Autor: super-admin

Drenagem Linfática Emagrece mesmo!?【Fotos Antes & Depois】

Drenagem Linfática Emagrece mesmo!?【Fotos Antes & Depois】

Será mesmo que a drenagem linfática emagrece e pode ajudar você a perder aquela gordurinha localizada? A drenagem linfática na barriga pode mesmo dar uma secada?

Vamos te contar sobre isso, e também te mostrar antes e depois da drenagem linfática, para você ter mais ou menos uma ideia de resultados! Continue conosco para acompanhar e saber tudo sobre drenagem linfática emagrece.

Atualmente, é cada vez maior o número de mulheres que vem se preocupando com seu corpo, sua saúde e seu bem-estar.

Por isso, há uma enorme procura por métodos eficientes e de fácil acesso, que possibilitam a perda de peso, dentro outros inúmeros benefícios à saúde.

Neste contexto, uma grande aliada do emagrecimento é a chamada drenagem linfática.

A drenagem linfática é uma técnica aplicada por profissionais (massoterapeutas, fisioterapeutas e esteticistas). Ela visa à eliminação de resíduos metabólicos do organismo, como líquidos e toxinas.

Então se você está se sentindo com a barriga inchada, essa pode ser a solução para você.

A drenagem linfática consiste na aplicação de massagens com movimentos circulares, precisos e suaves. Essas massagens estimulam o sistema linfático. Isso faz com que os resíduos acumulados no organismo sejam mais facilmente expelidos pelos vasos capilares e pela urina.

A drenagem linfática pode ser aplicada de forma manual ou mecânica; sendo a forma manual a mais procurada pelos pacientes.

Drenagem linfática manual
Na drenagem linfática manual, o profissional utiliza suas mãos para efetuar movimentos específicos em seu paciente.

O tempo de duração de uma sessão de drenagem linfática manual varia. Por exemplo, para a região facial o tempo varia de 20~40 minutos.

Mas se for na região corporal o tempo pode chegar até a 1 hora.

Leia também: Drenagem Linfática emagrece

Para que seja eficiente e mostre resultados, o tratamento com drenagem linfática manual deve ser realizado com frequência; e é recomendável que sejam feitas de duas a três sessões por semana.

Drenagem linfática mecânica
Na drenagem linfática mecânica, o profissional faz uso de aparelhos de rolamento e sucção para realizar os procedimentos.

Leia também: Phytophen funciona

Dessa forma, a técnica utilizada é basicamente a mesma. Porém, como há usos de equipamentos, a ação da massagem é mais profunda chegando a atingir a camada adiposa e muscular profunda.

Alguns massagistas profissionais preferem a massagem mecânica pelo fato de serem mais seguros ao paciente. Além disso, alguns métodos de drenagem funcionam apenas com o uso de equipamentos.

Outro lado bom é que algumas massagens mecânicas têm seu preço reduzido devido ao mesmo equipamento oferecer vários tratamentos, o que ajuda no bolso do paciente.

Mas se você está com uma barriguinha, mas não quer desembolsar, leia sobre dieta para perder barriga. Você pode sim ficar com uma barriga magra seguindo uma dieta que perde barriga.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Drenagem linfática funciona
A drenagem linfática funciona, desde que seja associada à alimentação saudável e à prática de exercícios físicos. Portanto, é importante que se tenha consciência de que o processo de emagrecimento também dependerá de dedicação, cuidado e responsabilidade.

Criando bons hábitos diários, como ingestão de frutas, verduras, legumes e fibras alimentares. O consumo de pelo menos 2 litros de água também é indicado para hidratar o corpo e acelerar o metabolismo (agua gelada), assim como também a prática de exercícios para emagrecer. Tudo isso aliado a drenagem linfática fará você notar um corpo muito mais saudável e magro rapidamente.

Leia também: Kifina funciona

Mas caso você não siga uma dieta, a drenagem linfática emagrece de forma menos perceptível a longo prazo. Isso acontece por que a alimentação influencia na retenção de líquidos. Então, se você estiver comendo de qualquer jeito, poderá reconquistar tudo que perdeu nesse tratamento.

Drenagem linfática emagrece rápido
Em alguns casos, a drenagem linfática emagrece já nas primeiras semanas. Visto que há uma perceptível diminuição das medidas nos locais da aplicação.

Porém, a drenagem linfática não é a solução para os hábitos irregulares da alimentação. Do mesmo modo que se você aliar uma dieta e exercícios junto com a drenagem linfática manual ou mesmo a mecânica, você vai emagrecer rápido.

Mas se você adotar hábitos ruins e uma vida sedentária, provavelmente você notará menos efeitos na sua drenagem. Isso deve-se ao fato de que a retenção devido a uma alimentação irregular e o aumento de peso tendem a atrapalhar o resultado da drenagem.

Essa técnica é muito bem vista e aceita. Ela vem se popularizando justamente pela característica de ser um método não invasivo, onde não há a necessidade de procedimentos cirúrgicos. Sendo assim, a drenagem linfática emagrece de forma saudável, natural e sem riscos.

Mas é importante observar que cada organismo reage de uma forma diferente, e há casos onde o paciente relata que a drenagem linfática emagrece de uma forma mais lenta e tardia.

Drenagem linfática na barriga
A drenagem linfática emagrece, mais visivelmente nas regiões da barriga, cintura e pernas; sendo a barriga a mais procurada para esse tipo de procedimento.

A drenagem linfática para a barriga diminui o inchaço e auxilia na eliminação dos “pneuzinhos”. No final dessa postagem você verá alguns resultados da drenagem e se surpreenderá com as fotos!

A gordura localizada nessa região se movimenta com mais facilidade durante o procedimento. Consequentemente, a drenagem linfática na barriga também reduz consideravelmente as celulites, problema que atinge grande parte da população feminina.

A drenagem linfática barriga é indicada para quem fez uma cirurgia recente, como a abdominoplastia. Isto por que essas cirurgias causam muita retenção que podem causar dor ao paciente. Inclusive, em alguns casos, a drenagem é obrigatória para eliminar os líquidos que ficaram.

Mas, antes de você iniciar esse tratamento, o médico precisa ser consultado, pois toda cirurgia requer um tempo de recuperação mínimo e seguro.

Apesar que hoje em dia existir inúmeros procedimentos que visam o emagrecimento, nem todos funcionam. A drenagem linfática funciona e inclusive esse tratamento é recomendado por profissionais da área de saúde.

Além de promover o bem-estar e recuperar a autoestima, a drenagem linfática funciona como uma ótima experiência relaxante.

A massagem durante esse tratamento é bem confortável, e excelente para aliviar o estresse do dia a dia.

E para que os benefícios sejam duradouros, é fundamental que o tratamento não seja interrompido, pois a drenagem linfática funciona somente se for aplicada frequentemente.

Drenagem linfática antes e depois
Você já viu que a drenagem linfática emagrece sim, mas que depende também de você em manter uma boa dieta.

Mas para você ter uma ideia de como a drenagem linfática emagrece você, vamos mostrar algumas fotos da drenagem linfática antes e depois.

Veja como a drenagem linfática emagrece tirando a retenção e toxinas acumuladas. Se você observar bem, a barriga teve uma diminuição considerável. E a dobrinha, o famoso “pneuzinho” sumiu!

Vamos a mais uma drenagem linfática antes e depois:

Nesta foto você vê realmente que a drenagem linfática emagrece e muito!

É claro que, se você estiver muito acima do peso, você não ficará com a barriga chapada apenas fazendo drenagem linfática.

E agora, será que vale a pena? Está decisão nós deixamos para você!

Drenagem linfática preço
Depois que você leu todos esses benefícios da drenagem linfática para emagrecer, ficou surpreendida né? Mas talvez você esteja pensando que seja tão caro que não valha a pena.

A grande verdade é que não é. O preço da drenagem linfática é bastante acessível, e varia conforme a região, podendo custar entre R$50,00 e R$200,00 por sessão.

O preço pela drenagem linfática dependerá das qualificações do profissional e dos produtos utilizados em cada sessão. Quando se avalia todos os benefícios oferecidos pela drenagem linfática, o preço pago é justo. Se você está se sentindo inchada e isso incomoda você, pode ser um ótimo investimento.

Lembre-se que apesar da drenagem linfática ajudar você a emagrecer, ela não é a solução para ficar magra. A indicação principal é para diminuir a retenção, ou seja, o acumulo de líquidos pelo corpo, que dá o aspecto de inchado.

Biotina

Biotina

A vitamina B7 é uma vitamina essencial, anteriormente chamada de vitamina H, também conhecida como coenzima R que faz parte do grupo de vitaminas do complexo B. É composta pelo vitâmero biotina que é formado por um anel heterocíclico de tetraidrotiofeno fusionado a um anel ureído e possui um grupamento carboxílico ligado ao anel de tetraidrotiofeno (o ácido valérico).

Leia também: Biotina

Molécula de Biotina (Vitamina H, Vitamina B7)

A biotina é uma importante coenzima para as enzimas carboxilases que estão envolvidas na síntese de ácidos graxos e nas bases nitrogenadas. Está presente no processo de gliconeogênese auxiliando a enzima piruvato carboxilase a transferir uma molécula de CO2 ao piruvato. Por isso, é uma molécula importante para o crescimento celular. Está envolvida em processos biológicos como manutenção dos níveis de glicose no sangue e na composição de cabelos e unhas e fortemente ligada à cromatina.

A síntese da biotina é feita utilizando-se dois precursores a alanina e a pimeloil-CoA sob ação de três enzimas pelas bactérias residentes no intestino, mas ainda não se tem estudos estabelecidos sobre as quantidades que esta microbiota é capaz de produzir. No geral ela é absorvida dos alimentos, após sofrer ação de peptidases, pois a maior parte da biotina é encontrada na natureza ligada à outras proteínas. Em seguida ela é absorvida pelas células do intestino e armazenada em diversos locais, principalmente no fígado.

Fontes de Biotina
As fontes naturais de biotina incluem cereais integrais, farelo de arroz, aveia, cevada, semente de girassol, lentilhas, nozes, cenoura, grão de soja, fígado, peixe, ovo entre outros. No entanto a quantidade em plantas pode variar de acordo com a estação e a estocagem. Também, no ovo cru existe uma glicoproteína a avidina que é capaz de se ligar de maneira não-covalente na biotina e é capaz de inibir sua absorção e ação, mas o cozimento pode impedir este bloqueio.

Falta de vitamina B7 no organismo
A deficiência em biotina por insuficiente ingestão é bastante rara de acontecer. Os sintomas são bem difusos, devido a atividade da biotina em reações bioquímicas diversas e incluem enfraquecimento do cabelo, com possibilidade de queda de cabelos e pelos do corpo, vermelhidão de regiões como boca, olhos, nariz e períneo, conjuntivite, erupções cutâneas, acidúria, formação de corpos cetônicos, hipotonia, letargia e problemas neurológicos como depressão e até mesmo alucinações.

Hipervitaminose B7
A hipervitaminose B7 não possui nenhuma toxicidade e nenhum sintoma documentado apesar de alguns estudos observarem que o excesso de biotina poder se ligar e inibir a atividade de enzimas desacetilases de histona, em camundongos.

Aplicações industriais
Além de todo papel biológico da biotina esta molécula também é amplamente utilizada na indústria de biotecnologia. O processo de ligar a biotina em outras moléculas, chama-se biotinilazação. Esse procedimento pode ser utilizado em algumas técnicas de laboratório, afim de se detectar ou de separar/purificar certas moléculas específicas. Através dessa marcação seguida pela técnica de cromatografia, por exemplo, é possível isolar certas moléculas, ou ainda, como nos ensaios de ELISA, anticorpos biotinilados são usados para reportarem a presença ou ausência de alguma molécula específica.

Remédio para Varizes – 15 Mais Usados em Remédios, Suplementos

Remédio para Varizes – 15 Mais Usados em Remédios, Suplementos

Principalmente nas mulheres, as varizes são muito comuns. Cerca de 25% de todos os adultos do mundo já têm ou tiveram algum problema com varizes. Na maioria das vezes, esse problema é observado nos membros inferiores e causa muitos desconfortos e dores.

Vamos mostrar quais são os tipos remédio para varizes mais usados e citar alguns remédios caseiros que podem ajudar a aliviar o problema.

Varizes
As varizes são uma condição que ocorre quando as veias aumentam de tamanho, se dilatando e se enchendo de sangue. Geralmente, as varizes são bem visíveis e aparecem inchadas e saltadas sob a pele, além de apresentar uma cor vermelho-azulada ou púrpura. Muitas vezes, elas vêm acompanhadas de muita dor no local.

As varizes geralmente são observadas quando as veias não estão funcionando da maneira correta. As veias apresentam válvulas unidirecionais que impedem que o sangue flua no sentido contrário. Quando essas válvulas falham, o sangue pode começar a acumular nas veias em vez de continuar seguindo seu fluxo normal em direção ao coração. Diante desse acúmulo, as veias dilatam para suportar o volume de sangue e aumentam de tamanho.

Esse problema é observado principalmente na região das pernas, que têm as veias mais distantes do coração, o que dificulta muito o fluxo sanguíneo até ele. E é aí que mora o perigo dessa condição.

Causas
As varizes costumam se desenvolver nos casos e condições abaixo:

Gravidez;
Menopausa;
Idade acima de 50 anos;
Ficar muito tempo em pé;
Obesidade;
Histórico familiar de varizes.
Sintomas
Os principais sintomas de varizes são bem visíveis. Os principais incluem:

Dor;
Inchaço;
Veias dilatadas;
Descoloração da perna;
Manchas na perna;
Úlceras, em casos mais graves.
Diagnóstico
O diagnóstico de varizes costuma ser bem simples e fácil. O médico provavelmente começará examinando as veias visíveis da sua perna e perguntando sobre dores e sintomas.

ARTIGOS COMPLEMENTARES
Remédio para Circulação – Mais Usados
Dor nas Pernas – O Que Pode Ser, Causas e Como Aliviar
11 Dicas de Como Evitar Varizes Naturalmente
Urtiga-Branca – Para Que Serve, Benefícios e Propriedades
Um exame de ultrassom pode ser solicitado para verificar o fluxo de sangue. Esse exame não é invasivo e utiliza ondas sonoras de alta frequência para avaliar como o sangue está fluindo em suas veias.

Dependendo da localização, um venograma pode ser feito para avaliar melhor a situação. Durante esse teste, um corante é injetado nas pernas e um raio-X é registrado. Devido ao corante, o médico consegue ter uma imagem de como o sangue está fluindo.

Geralmente, os exames como a ultrassonografia e o venograma são exames complementares ao diagnóstico. Servem para investigar se não há outro distúrbio, como um coágulo sanguíneo ou um outro bloqueio que esteja causando a dor ou inchaço nas pernas.

Tratamento
Geralmente, o tratamento para varizes é mais conservador. Provavelmente, antes de indicar um remédio ou cirurgia, o médico irá te aconselhar a fazer algumas alterações no estilo de vida, em vez de tentar tratamentos mais agressivos.

Tipos de remédio para varizes mais usados
Dentre os medicamentos prescritos para varizes, os mais usados são:

1. Daflon

O Daflon é muito utilizado no tratamento de varizes e outras condições que afetam os vasos sanguíneos. Ele atua através de dois princípios ativos: a diosmina e a hesperidina. Esses compostos ajudam a proteger as veias afetadas e a relaxá-las.

Dentre os efeitos colaterais relatados, estão a diarreia, náusea, vômito, coceira, tontura, inchaço no rosto e mal estar.

2. Venalot

Este medicamento também é indicado para tratamento de varizes. Ele atua melhorando a circulação sanguínea e reduzindo o inchaço na região das varizes.

Os efeitos adversos relatados incluem problemas estomacais, desconfortos intestinais, problemas no fígado e dores de cabeça.

3. Antistax

O Antistax é um remédio para varizes que atua através de uma substância extraída das folhas da planta de uva vermelha. Essa substância apresenta atividade anti-inflamatória, além de reforçar as paredes dos vasos sanguíneos e de melhorar a circulação do sangue.

Os principais efeitos colaterais relacionados com o uso de Antistax incluem náusea, vômito, coceira, urticária, manchas na pele e dor de barriga.

4. Varicell

O Varicell é um remédio para varizes que atua aliviando a sensação de fadiga e evita o desenvolvimento de novas varizes. Seu princípio ativo é a queratina, que atua diminuindo a dor, reduzindo o inchaço e melhorando a circulação sanguínea.

Além de comprimidos, é possível encontrar esse medicamento na forma de gel, o que ajuda a aliviar os sintomas além de massagear, hidratar e melhorar a aparência das varizes.

Os efeitos colaterais envolvem o aparecimento de dor de cabeça e de desconfortos estomacais e intestinais.

4. Novarrutina

A Novarrutina é um fitoterápico cujo princípio ativo é a castanha da Índia, que atua aliviando sintomas como dor, queimação e fadiga nas pernas.

Leia também: Varicell é bom

Os efeitos adversos incluem desconfortos gastrointestinais, náusea, dor de cabeça, tontura e espasmos musculares.

Remédio caseiro para varizes
Os remédios para varizes naturais descritos a seguir consistem em substâncias que promovem o alívio e a melhora da situação das varizes bem como em medidas alternativas que podem ser adotadas para melhorar o problema.

1. Compressão

O médico pode indicar o uso de meias de compressão especiais. Essas meias são encontradas em qualquer farmácia ou loja de suprimentos médicos e servem para colocar pressão suficientes nas pernas para forçar o sangue a fluir mais facilmente até o seu coração. Elas também ajudam a diminuir o inchaço.

2. Óleos essenciais

Os óleos essenciais podem ser usados para massagear a região das varizes. Eles são muito úteis para ajudar a desinflamar e melhorar a circulação sanguínea devido às suas propriedades anti-inflamatória.

3. Uvas

Uma boa pedida é tomar suco de uva. Isso porque a uva contém resveratrol, que é uma substância com propriedades que ajudam a melhorar a circulação do sangue.

4. Alho

O alho traz diversos benefícios para as varizes, ajudando a desinflamar e melhorar a circulação. É possível consumir o alho na própria dieta ou aplicar na forma de uma pomada preparada com dente de alho amassado e álcool. É recomendado usar a pomada até 4 vezes por semana no local afetado.

5. Babosa (Aloe vera)

A Aloe vera tem propriedades terapêuticas e anti-inflamatórias que agem no tratamento das varizes. É possível aplicar a babosa por meio de compressas quentes na região.

6. Vinagre

O vinagre também pode ser um remédio caseiro para varizes que traz alívio para a condição. Geralmente, ele pode ser aplicado diretamente sobre a pele com com varizes usando um pano limpo molhado com vinagre, de preferência de maçã.

7. Argila verde

A argila verde tem sido usada em tratamentos alternativos por suas propriedades interessantes contra problemas de pele. Ela também pode ser aplicada na forma de pomada na região das varizes promovendo alívio da dor. Recomenda-se deixar a pomada agir por até 30 minutos e enxaguar a região.

8. Restos de café

A popular borra de café tem propriedades anti-inflamatórias e estimulantes que melhoram a circulação sanguínea e ajudam a diminuir o inchaço das veias dilatadas. Para aplicar sobre a pele, basta umedecer os restos de café com água ou um pouco de azeite de oliva e massagear a pele com o produto. É recomendado usar até 3 vezes por semana por cerca de 15 minutos e depois limpar a região.

9. Infusão de folhas

É possível preparar uma infusão com água fervente de certas folhas como o hortelã, a salsinha ou louro e a camomila. Após cerca de 5 a 10 minutos de infusão, é recomendado mergulhar os pés e parte das pernas em um balde. Tal remédio caseiro para varizes deve ser usado com cuidado pois pode irritar a pele. Também é possível fazer o mesmo com água, sal e vinagre de maça.

10. Castanha da Índia

A castanha da Índia, que é inclusive um princípio ativo de um remédio para varizes que citamos acima, pode ser usada como tratamento caseiro da condição. Basta ferver cerca de 50 gramas da casca da castanha em um litro de água. O chá preparado deve ser consumido imediatamente para promover melhor circulação do sangue e desinflamar as veias afetadas.

Mudanças de estilo de vida
As seguintes alterações de estilo de vida podem ajudar a evitar a formação ou o agravamento de suas varizes. Estas mudanças incluem:

Evitar ficar em pé por longos períodos;
Perder peso e/ou manter um peso saudável;
Praticar exercícios físicos para melhorar a circulação sanguínea;
Usar meias de compressão;
Elevar as pernas sempre que estiver descansando ou dormindo.
Cirurgia
A cirurgia de varizes só é indicada se todas as alterações de estilo de vida e remédios caseiros não estiverem funcionando e o problema continua a prejudicar sua saúde. Durante o procedimento mais tradicional que necessita de anestesia, o cirurgião faz cortes na pele, corta a veia e a remove através de incisões. Porém, é um procedimento muito invasivo, que só é feito se realmente houver necessidade.

Outros tratamentos
Escleroterapia: Trata-se da injeção de um líquido ou espuma química para bloquear uma veia dilatada.
Microscleroterapia: Tem o mesmo princípio que o procedimento anterior. Porém, serve para bloquear veias menores.
Cirurgia a laser: Já existem cirurgias menos invasivas que usam energia luminosa para bloquear a veia com problema.
Terapia de ablação endovenosa: É um procedimento que utiliza ondas de calor e radiofrequência para desobstruir a região das varizes.
Cirurgia de veias endoscópicas: Essa cirurgia usa um pequeno espaço iluminado inserido através de uma pequena incisão na pele para bloquear a veia.
De um modo geral, as varizes tendem a piorar ao longo do tempo se o problema não for tratado. Na maioria dos casos, apenas mudanças no estilo de vida e soluções caseiras ajudam a diminuir o problema e não desencadeiam problemas sérios de saúde. Porém, se seu caso for grave, as varizes podem desenvolver úlceras, feridas e problemas no coração, podendo levar até a um rompimento das veias.

Assim, ao tentar soluções caseiras e não observar melhoras, é importante consultar um médico para verificar a situação com cautela e propor o melhor tratamento para o seu caso.

Suco Verde: usar ou não usar?

Suco Verde: usar ou não usar?

Primeiro de tudo, todos os vegetais e frutas fazem bem. Muitos estudos já comprovaram e a National Foundation For Cancer Research recomenda a ingestão de frutas e vegetais em todas as refeições diárias com o objetivo de melhorar cada vez mais a nossa saúde. E nos últimos anos, alguns estudos vêm nos mostrando que o suco verde pode nos ajudar.

Em um estudo realizado na Universidade Federal de Pelotas com animais, os pesquisadores testaram os efeitos antioxidantes do suco verde quando comparado aos grupos que inseriram suco de laranja e água. Os animais que ingeriram o suco verde reduziram os radicais livres, quando comparados aos outros animais. Outro dado importante é que esses animais aumentaram o peso, mas pouco quando comparados aos outros grupos. Ou seja, além do suco verde ter melhorado a saúde, o aumento de peso no período de crescimento não foi tão alto.

Leia também: suco verde emagrece

É importante esclarecer que uma dieta somente de sucos não é saudável. A alimentação diária deve ser variada e com outros nutrientes como carboidratos, proteínas e lipídeos. Mas para você que faz exercício qual o momento mais recomendado de usar o suco verde? Primeiro você tem que ver em qual horário há disponibilidade de preparar; e é melhor e conversar com o seu nutri. Normalmente, recomendo aos meus pacientes consumi-los pela manhã cedo, em jejum. Mas, o suco não substitui o café da manhã, ok? Eles se complementam. E outra dúvida super comum é se o suco deve ser coado ou não. Quando a gente coa o suco, não ingerimos as principais fibras, portanto o ideal é não coar.

Leia também: Farinha seca barriga funciona

Porém, se você consumir antes do treino, indico o suco coado. Quando estamos fazendo o exercício, os movimentos intestinais aumentam podendo gerar desconforto abdominal durante o treino. Abaixo coloco duas receitas para vocês incluírem no cardápio!

Suco Verde
– 1 maçã + 1 folha de couve ou 6 folhas de hortelã ou 6 folhas de tempero verde + 1 C sopa de biomassa de banana verde + água. Bata todos os ingredientes no liquidificador.

Leia também: Kifina funciona

Suco Roxo
– ½ polpa de amora + ½ maçã + 100 ml de suco de uva integral + 1 C sopa de biomassa de banana verde + gengibre + água. Bata todos os ingredientes no liquidificador.

Leia também: Phytophen funciona